domingo, 15 de dezembro de 2013

CONGRIO ROSA EMPANADO E ONIONS RINGS

"-  O senhor já comeu filé de congrio-rosa?
- Congrio o quê? Isso corre, pasta, voa, rasteja, nada???
- É um peixe doutor. Esse é chileno. A última moda no restaurante aqui do lado..."
 
Essa á a transcrição do meu diálogo com o Paulo, fornecedor de insumos para minhas experiências culinárias e gastronômicas. Ele trabalha em um supermercado, destes com área gourmet... Amizade daquelas que você tem que cultivar. Afinal ele me informa e separa produtos frescos, selecionados e algumas novidades.
 
Sabedor das minhas brincadeiras culinárias ele sempre me liga, diante destas novidades... Naturalmente quis conhecer o tal do congrio-rosa. Ainda mais quando ele atiçou minha curiosidade, falando que seria uma das novidades do novo cardápio de um Chef de um restaurante conhecido da região.
 
O congrio (ou congro)-rosa é o nome popular de um peixe marinho da família Ophidiidae, que pode atingir até dois  metros de comprimento e pesar cerca de 25 quilos. Possui corpo cilíndrico e longilíneo, com cabeça pequena, boca grande com muitos dentes. Ocorre em águas costeiras com fundo rochoso em uma profundidade de 20 à 100 metros, sendo comum em toda custa sul-americana.
 
Mas o fato que eu não conhecia este distinto habitante marinho e, seguindo a sugestão do Paulo, comprei logo um quilo...
 
Sem ter ideia de como começar, resolvi não arriscar.  Separei em duas porções os filés e uma delas resolvi empanar, já que peixe marinho empanado com cerveja não tem como ficar ruim..
 
 INGREDIENTES (para quatro pessoas):
 
  • 500g de filé congrio-rosa
  • 01 xícara de farinha de trigo 
  • 01 xícara de amido de milho 
  • 01 ovo 
  • 01 lata de cerveja gelada
  • 02 cebolas grandes cortadas em rodelas grossas
  • Sal e pimenta do reino branca a gosto
  • Páprica a gosto
  • Quanto baste de óleo (usei o de canola)
  • Quanto baste de azeite
  
PREPARO: 
 
Tempere os filés do peixe com sal, pimenta do reino branca e páprica a gosto. Regue com um fio de azeite para que os sabores se agreguem. Deixe descansar por quinze minutos e reserve.
 
Em um vasilhame adicione a farinha de trigo, o amido de milho, o ovo e, aos poucos, a cerveja, misturando bem para que se forme um quase um creme, bem areado e sem grumos.
 
Aqueça uma frigideira com quantidade suficiente de óleo. Passe o peixe na mistura e o frite quando o  óleo estiver bem quente. Uma dica para saber a temperatura ideal para o a fritura é pingar uma gota da mistura no óleo e observar se ela frita e doura.
 
Eles  devem ser fritos então até que fiquem dourados. Reserve. A seguir separe os anéis de cebola e os passe na mistura. Frite-os a seguir no óleo quente.
 
Os filés foram servidos em uma cama com as cebolas e acompanhados de uma salada de rúcula, pimentões, tomate seco e  muçarela de búfala.



Um pequeno detalhe... Paulo me fez jurar que eu não podia falar onde ele comercializa essas maravilhas. Principalmente as novidades, já que o Chef do restaurante próximo tem alguns comportamentos meios histriônicos e é um perigo com a faca nas mãos.

 
 
Apenas para não esquecer, ainda tenho metade da porção de filé de congrio-rosa guardado...
 


2 comentários:

  1. Faltou colocar... viciado rm Jack

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jack Daniels não vicia... Aprimora o paladar de quem o conhece...

      Excluir

"Decifra-me ou devoro-te!" - A Esfinge em Édipo-Rei de Sófocles.